Biblioteca
Português

Aprisionada ao diabo

63.0K · Finalizado
Ellen Lima
53
Capítulos
59.0K
Visualizações
9.0
Notas

Resumo

Anna Cristina é uma jovem sonhadora de 18 anos, uma boa filha, sempre acreditou em contos de fadas e no príncipe encantado, ela só não contava que ao ir numa festa de luxo acompanhada de sua prima onde os grandes empresários bilionários estariam presente, ela se tornaria alvo de uma atração doentia, uma obsessão! Carlos Ferraz um empresário famoso de 37 anos, acostumado a ter tudo que quer! Na frente da TV paga de bom moço, empresário bem sucedido homem correto exemplo a seguir, mas por trás das câmeras esconde monstro com um coração frio, incapaz de amar! por baixo dos panos ele comanda um poderoso grupo de extermínio com mãos de ferro, pra ele matar é um prazer! dono de varias casa de prostituição, sempre usou as mulheres como um pedaço de carne, pra ele elas são descartáveis! até que um dia ele se vê obcecado por um menina! ele fara de tudo pra ter ela em sua cama! tudo que Um Ferraz quer ele consegue! Esse é um romance dark, onde a mocinha sofrerá nas mãos do seu carrasco, se você não curte esse tipo de livro não leia, terá cenas detalhada de sexo, violência, morte e violência verbal

alfaassassinatobrigaspossessivoCEOEllen Lima

capitulo 1

Anna Cristina

Minha prima susy estava me enchendo a paciência pra eu ir com ela num evento de gente rica, mas gente muito rica mesmo dessas que nem sabe o que fazer com tanto dinheiro, ela trabalha num hotel de luxo como camareira e conseguiu duas entradas pra um jantar beneficente!

__ vamos Anninha! Por favor!

Ela faz aquela cara de cachorro pidão que ninguém consegue resistir!

__ sabe que nós vamos ser as únicas pobres nesse evento num sabe?

__ anninha ninguém precisa saber disso! Vamos comer e beber muito bem hoje!

Eu dificilmente saio a noite, prefiro ficar em casa estudando, eu moro com meu pai e minha mãe, sou filha única, minha família não tem luxo, temos o suficiente pra sobreviver, meu pai trabalha de segurança e eu ajudo em casa trabalhando numa lanchonete do bairro, eu terminei os estudos esse ano e estou juntando dinheiro pra pagar minha faculdade, sonho em ser advogada, um dia serei uma grande advogada e quem sabe uma juíza? Vou da uma vida boa pro meus pais!

Suspiro pois sei que essa luta com minha prima é causa perdida!

__ OK vamos nos arrumar!

Coloco o único vestido descente que tenho, ele é branco longo tem Um decote um pouco ousado, faço uma maquiagem que aprendi no YouTube, minha prima também esta belíssima num vestido longo azul, que nos visse pensaria que somos ricas!

__ nossa duas princesas!

Minha mãe fala entrando no quarto!

__ se divirtam, vocês merecem!

Minha mãe sempre me incentivou a sair, ela diz que sou jovem e tenho que me diverti, mas eu prefiro ficar em casa! Dou um beijo nela e seguimos de taxi pra esse bendito evento! Assim que chegamos me admiro com o local, nunca vi nada tão luxuoso, a entrada é enorme com um tapete vermelho, mulheres elegantes com roupas que nem em dez encarnação e poderia pagar, minha prima fica eufórica toda alegre, ela pega uma taça de uma bebida transparente e borbulhante!

__ champanhe, simplesmente divino, prova priminha!

__ não obrigada, prefiro um suco!

Ela faz uma careta e continua a degustar sua bebida, mesmo bem vestida, eu sinto que não pertenço a esse ambiente, tudo aqui exala riqueza!

Então eu sinto um frio na espinha que percorre todo meu corpo, olho pra trás e não vejo nada além de pessoas transitando, um calafrio toma conta de mim, eu sinto que tem alguém me olhando, procuro por todos os lados e não vejo nada, mas essa sensação me acompanha por onde eu passo, um calor e um certo desconforto me persegue, minha prima cada vez mais alegre tomando sua terceira taça de champanhe!

De repente todos se dirigem a um palco onde um homem fala varias coisas, então ele chama um outro homem no palco, tratasse de um empresário que fez uma generosa doação no evento de hoje! Então um homem jovem, loiro forte sobe no palco, meu corpo todo treme, eu nunca vi tanta beleza ele parece um anjo! Nosso olhares se cruzam e o mesmo calafrio qe senti minutos antes volta com força total! Ele me olha com seus olhos verdes sem nenhuma expressão! Ele não tira seus olhos do meu durante todo discurso!

Ele me devora inteira só com seu olhar!

__ Anninha é impressão minha ou esse loiro gostosão não tira os olhos de você?

Fico vermelha igual um tomate!

__ para de ver coisas onde não existe, e eu já quero ir pra casa!

___ calma nos já vamos só mais meia horinha??!

E lá vem aquela cara de novo de cachorro abandonado! Essa susy não tem jeito!

Fico no canto com um suco na mão enquanto minha prima dança com um rapaz que acabou de conhecer, então um frio gelado toma conta do meu corpo, meus pelos do corpo todos se arrepiam!

__ entediada princesa?

Uma voz rouca e baixa fala próximo a minha orelha, quando me viro e dou de cara com o anjo, seus olhos verdes sem expressão brilham como duas pedras preciosas, ele me olha de uma forma profunda, eu não consigo falar, minha voz some!

__ a princesa é muda?

__ desculpa é que estou esperando minha prima!

Falo uma coisa nada a ver, baixo os olhos, pois não consigo encara lo por muito tempo, seus olhos me queimam!

__ como se chama?

__ Anna, Anna Cristina!

Ele pega minha mão, um choque me toma dos pés a cabeça, ele leva minha mão a boca e a beija sem desviar os olhos do meu por um minuto se quer!

__ qual seu nome?

Consigo pergunta de volta!

__ Carlos! Sou Carlos ferrar, me concede a honra de uma dança?

Sem esperar resposta ele cola seu corpo ao meu me guiando até a pista de dança, suas mãos se fecham firme em minha cintura, não consigo encara-lo por muito tempo, então viro meu rosto deitando ele em seu peito, ele é muito alto! Fico quase na metade de seu peito, seu cheiro é bom e me deixa embriagada, algo dentro de mim fala que esse homem é o perigo em pessoa, ele me suspende me deixando próximo ao seu rosto, parece que sou tão leve que ele faz isso sem nenhum esforço, ele leva seu rosto ao meu pescoço e fala algo que me fez tremer inteira!

__ minha!

Me solto do seus braços assustada e ele me olha com seus olhos verdes mais frios que um iceberg! Nessa hora minha prima chega,

__ Anninha tudo bem?

__ sim, está, vamos?

__ não vai nos apresentar?

Ele me olha sem desviar os olhos um minuto!

__ essa é Susy minha prima, esse é o sr Carlos ferrar!

__ claro ,o que fez o discurso!

__ pode me chamar só de Carlos, ele beija a mão da minha prima que parece uma boba olhando pra ele!

__ vocês vão pra casa de que?

__ de taxi!

Minha prima linguaruda fala logo!

__ faço questão que meu motorista levem as duas jovem em casa!

__ não precisa se incomodar!

Ele pega o celular faz uma rápida ligação ignorando total o que falei e um homem enorme vestido de preto se aproxima!

__ leve essas duas damas no endereço que elas pedirem!

Sem poder fazer muita coisa, pois já é madrugada e esperar um taxi essa hora na rua é perigoso, acabo indo com o gigante! O carro parece uma nave, linda e confortável! Minha prima não para de tagarela dizendo que o Carlos é um príncipe e que está encantado por mim! O homem nos deixa em casa e noto que ele espera nos duas entrarmos em Casa, minha prima vai dormi comigo hoje devido a hora, tomo um banho rápido visto meu pijama velhinho e confortável, e me deito na cama, minha prima está no banho e quando ela sai eu finjo que estou dormindo pra evitar conversar sobre a noite de hoje, depois de muito pensar eu pego no sono e toda a noite vejo um par de olho verdes me fitando, me devorando, acordo de madrugada suando frio, quando volto a dormi os mesmo pares de olhos verdes estão lá de olho em mim!