Biblioteca
Português

APOLLO - Falcão do Morro

71.0K · Finalizado
Sandra Lima Autora
45
Capítulos
2.0K
Visualizações
9.0
Notas

Resumo

Uma única palavra define toda a minha existência. Qual seria ela? Abandono! Fui gerado, nasci, cresci e fui educado no lugar errado, na família errada, no mundo errado. Ninguém se apiedou de mim ou se preocupou em saber se eu precisava de ajuda, se estava sofrendo ou queria um abrigo. Noites frias, escuridão, solidão e grades de uma penitenciária foram minha companhia durante longos anos. Tudo por que eu confiei, acreditei e ouvi um demônio em forma de gente. Mas, hoje estou livre outra vez e irei em busca do tempo perdido. Mas, principalmente estou indo acertar as contas pendentes com o desgraçado que me fez perder tantos anos nesse inferno. Hoje não sou nem a sombra do que fui um dia, mas isso pouco me importa. O demônio está de volta, mas não como o babaca do Apollo Dias e sim como "FALCÃO", que é capaz de tudo, unicamente por vingança. Se você curte estórias de mocinhos que se rastejam em busca de migalhas de amor de uma mulher, é melhor procurar isso em outro lugar. Porque a minha está muito longe de ser um conto de fadas e fique certa que aqui não existe príncipe encantado, mas sim, um lobo mau. Até mais docinho!

assassinatobrigasmafiapaixaopossessivoromancesegredosviolênciarenascimentoamor verdadeiro

Sinopse

Fui gerado, nasci, cresci e me formei no lugar errado, na escola errada, na família errada, no mundo errado. Toda minha vida foi um grande erro e uma puta armadilha do destino. Ninguém se apiedou de mim ou se preocupou em saber se eu precisava de ajuda, se estava sofrendo ou queria um abrigo. Noites frias, escuridão, solidão e grades de uma penitenciária foram minha companhia durante longos anos. Tudo por que eu confiei, acreditei e ouvi um demônio em forma de gente. Mas, hoje estou livre outra vez, irei em busca do tempo perdido, mas com uma diferença: Hoje o demônio Sou Eu. E, só estou voltando pra essa maldita cidade, por que estou indo acertar as contas pendentes com o desgraçado que me fez perder tantos anos nesse inferno. Hoje não sou nem a sombra do que fui um dia, mas isso pouco me importa. O demônio está de volta, mas não como o babaca do Apollo Dias e sim como "FALCÃO", que é capaz de tudo, unicamente por vingança. Eu me chamo Apollo Dias, mas todos me conhecem como o Falcão do Morro, sabe porque? Porque se eu cair sempre me levanto de novo.

Até breve docinho!